A anatomia do cabelo humano

anatomia cabelo

A Ciência da Superfície: A Cutícula
A cutícula é a camada protetora exterior que cobre o córtex de cada fio de cabelo humano, e é responsável pelo lustro e textura do cabelo humano. Uma cutícula normal é suave, permite a reflexão da luz e limita a fricção entre os fios capilares. Este é composto por seis a oito camadas de células planas e sobrepostas, e cobertas por uma camada lipídica invisível e à prova de água que age como um condicionador natural. Os cientistas designam esta camada por camada-F (F-layer). Esta camada de ácidos gordos é a responsável pela aparência suave e toque sedoso do cabelo. Processos químicos tais como coloração, uma permanente ou um alisamento, removem esta camada-F, o qual causa geralmente o que referimos como cabelo com "danos químicos". Felizmente, os cientistas de Pantene são peritos em como abordar este problema da camada-F. Os champôs, amaciadores e tratamentos Advanced Pantene Pro-V color foram especialmente formulados para cabelo pintado e/ou danificado, e pode restituir uma boa parte da suavidade natural, lustre e maleabilidade do cabelo humano.

Outros culpados comuns que podem incomodar uma cutícula saudável incluem aquecimento excessivo com secadores e alisadores de cabelo, bem como pentear e escovar excessivo. Limite a exposição do seu cabelo ao calor ao deixá-lo secar naturalmente  até estar apenas ligeiramente húmido, e depois seque até obter o estilo desejado à medida que este passa de húmido para seco. Quando secar o seu cabelo, deve ter o secador entre oito a treze centímetros de distância do seu cabelo, ao invés de estar colado ao cabelo. Use um pente de dentes largos, especialmente quando estiver a pentear cabelo molhado e tente escovar ou pentear o menos tempo possível. (Não acredite no mito de 100 escovagens por noite para um cabelo saudável!) Para além de todas estas medidas preventivas, o uso do champô e condicionador corrreto para proteger e selar a cutícula pode ajudá-la a voltar ao seu estado natural e suave, de modo a que possa refletir a luz e brilhar!

Como foi realizado o estudo
Para a realização deste estudo com recurso à técnica eye-tracking, os cientistas da Pantene Pro-V selecionaram sete mulheres de forma aleatória. Antes do estudo, as mulheres foram fotografadas, recorrendo a uma iluminação controlada e a uma câmara de distância focal, primeiro com o cabelo pouco cuidado, por lavar e pentear e, em seguida, com o cabelo bonito, lavado e penteado com produtos Pantene Pro-V. Tanto as expressões faciais como a maquilhagem foram rigorosamente controladas para garantir uniformidade entre as fotografias do antes e do depois. As participantes foram avaliadas por um painel constituído por 36 homens e mulheres. Os critérios avaliados consistiam na beleza do rosto e do cabelo, de acordo com as fotografias antes e após o penteado, tiradas de frente e de costas.

O coração do cabelo: o córtex
E que coração mais trabalhador! O córtex é responsável por praticamente todas as propriedades que definem o cabelo humano, incluindo a sua resistência, elasticidade, forma, humidade natural e cor! Em proporção, o córtex é mais resistente do que o aço e pode esticar até cerca de 30% sem sofrer uma quebra significativa. Mal, tal como a cutícula, também o córtex está sujeito a danos (causados justamente pelos mesmos inimigos: vamos lá baixar a temperatura dos alisadores, minhas senhoras!). Quando isto acontece, o córtex perde a capacidade de reter a humidade, acabando por secar o cabelo. Para conseguir manter aquela textura maleável e sedosa, que tanto adoramos, é fundamental ter o cabelo sempre bem hidratado com os produtos certos.

A medula misteriosa
Existe uma parte da estrutura capilar humana que não possui função aparente: o núcleo central macio que se encontra em alguns cabelos, chamado medula. Encontra-se sobretudo em mamíferos, mas não em todos os humanos. Nos humanos, é mais frequente nos fios de cabelo cinzento.

Tudo sobre cor
Já alguma vez se perguntou o que será que confere a cada um de nós uma cor de cabelo única? A resposta é a melanina, um pigmento que também existe na nossa pele. A melanina é fabricada nas profundezas do folículo e é distribuída pelo eixo capilar. Mas existem dois sub-tipos diferentes de melanina, o que permite explicar porque é que há tantas variações na cor de cabelo. O primeiro tipo é a Eumelanina, que explica as cores de cabelo preta e castanha. A segunda é a feomelanina, o pigmento que o cabelo ruivo tem quase em exclusividade. É a mistura destes dois pigmentos, em concentrações diferentes, que cria a gama de cores que vai desde o loiro até ao cabelo castanho claro e todas as variações entre estes dois.

A importância da massa cinzenta
A genética é a ciência que desempenha o papel mais importante no aparecimento dos primeiros cabelos brancos. Mas o que é que faz com que o cabelo humano se torne branco? À medida que o tempo passa, as células que produzem a sua cor única de melanina (pigmento) vão começar a produzir menos e menos. Por outras palavras, a renovação das células de pigmentação vai deixando de ocorrer. E quando chegam aos 50 anos, 50% das pessoas têm cabelos brancos! Felizmente há uma gama vasta de produtos de coloração excecionais à venda no mercado hoje em dia. Desta forma, só fica em modo cinzento quem assim o quiser!