A que danos está sujeito um cabelo bonito?

danos cabelo

O que é que realmente causa mau cabelo? Resumindo, todos os caminhos levam a danos. Os danos no cabelo resultam de uma combinação de maus tratos ao longo do tempo. A cutícula passa por um desgaste - um desgaste gradual da cutícula  da fibra capilar. Isto expõe o córtex, o qual começa a degradar lentamente. Eventualmente ocorrem danos visíveis, incluindo a quebra de cabelo.

Um outro sinal indicativo de cabelo danificado são as pontas espigadas. Uma ponta espigada clássica começa quando grandes áreas da cutícula estão separadas, expondo o córtex. Aparece uma racha na fibra capilar, e caso o problema seja mesmo grave, o córtex explode fora do cabelo danificado.

Apesar de estes serem alguns dos sintomas de cabelo danificado, existem diferentes tipos de danos. Vamos analisar os maiores culpados.

Cabelo danificado quimicamente
Colorações, permanentes e desfrisagens são técnicas fantásticas que nos permitem mudar de visual e de penteado. No entanto, estes processos podem também danificar o cabelo.

As permanentes e as desfrisagens são dois tipos de tratamento que fragilizam o cabelo, porque alteram a estrutura capilar através de agentes que rompem as ligações de dissulfeto presentes no cabelo. Procede-se então à alteração da forma do cabelo e à neutralização, que consiste em reposicionar as ligações químicas – processo que leva à fixação permanente do cabelo na forma desejada. 

A coloração pode igualmente danificar o cabelo e alterá-lo ao penetrar no córtex através da cutícula, danificando a camada F. 

Cabelo danificado pela exposição solar
O sol é essencial para a vida, mas pode igualmente desvitalizar o seu cabelo. Os raios UV da luz solar direta exercem uma ação sobre a cutícula semelhante à da descoloração, acabando por decompor a queratina, isto é, a proteína do cabelo. Tal pode originar madeixas mais claras e um cabelo seco e fragilizado. Os cabelos pintados são particularmente sensíveis a este problema e podem ser seriamente afetados. Se vai passar muito tempo na praia ou ao sol, leve um chapéu para proteger o cabelo, e estar na moda.

Cabelo danificado: desgaste e danos quotidianos
O cabelo é por natureza bastante robusto e consegue suportar muitos abusos de styling, mas mesmo assim pode ficar danificado pelo excesso de escovagem, especialmente se estiver molhado e/ou embaraçado. As escovas de metal são um perigo, tal como cardar o cabelo (cuidado com os penteados volumosos!), uma vez que empurram as escamas da cutícula para trás e podem danificar o cabelo. Quando o cabelo é cardado, as delicadas escamas da cutícula são levantadas e, ao passar novamente a escova por esses fios, o cabelo parte.

O calor é uma causa comum do cabelo danificado, seco e difícil de pentear. Ele retira hidratação aos fios, que é crucial para um aspeto sedoso. Se um aparelho estiver demasiado quente, pode fazer com que a água presente no cabelo ferva e se formem bolhas de calor dentro da fibra capilar! Como é óbvio, isto também prejudica o cabelo. Para ajudar a manter o seu cabelo suave e com um aspeto saudável, reduza o uso de calor ao mínimo e configure os seus aparelhos de styling para a temperatura mais baixa possível.

Reparação de danos!
É muito mais fácil tratar o cabelo antes que este fique danificado. Infelizmente, se a cutícula estiver significativamente danificada, a estrutura capilar não pode ser reparada a 100%. Este é um daqueles casos em que mais vale prevenir do que remediar, e a sua melhor arma é o condicionador. A estrutura interna do cabelo assenta em fortes ligações de enxofre e ligações de hidrogénio mais fracas. Sem hidratação suficiente, o número de ligações de hidrogénio pode diminuir. O condicionador permite restabelecer as ligações de hidrogénio e melhora a hidratação do cabelo, reforçando a impermeabilidade da cutícula.

Conhecer profundamente as causas do cabelo danificado é o primeiro passo para ter e manter um cabelo bonito, e esta lista apresenta alguns dos erros mais comuns:

Não conhecer o seu próprio cabelo  escolher os produtos de cuidado e styling errados. Conheça o seu cabelo para evitar danificá-lo.
Aclarar o cabelo mais do que este pode tolerar pode causar danos. A regra geral é que não deve alterar a cor do seu cabelo mais do que dons tons mais claro ou dois tons mais escuro do que a sua cor natural.
Tentar corrigir continuamente erros anteriores. Todos já passámos por desastres capilares, mas por vezes é melhor sofrer um pouco e deixar que o cabelo danificado cresça e recupere do erro, quer tenha sido um corte ou uma mudança de cor, ou ambos, em vez de voltar a cortá-lo ou tentar "corrigir" a cor, o que pode danificá-lo ainda mais. Um pouco de paciência irá permitir-lhe poupar tempo e dinheiro.
Não aplicar condicionar frequentemente. Tem mesmo de aplicar condicionador sempre que lava o cabelo.

Controlo de Estragos!
É muito mais fácil tratar o cabelo antes de se estragar do que reparar cabelo estragado. 
Infelizmente, quando a cúticula fica significativamente danificada, a sua estruttura não pode ser reparada a 100%. Este é um dos casos em que é melhor prevenir do que remediar e a arma mais eficaz é o condicionador. A estrutura interna do cabelo depende das ligações fortes de enxofre e das ligações mais fracas de hidrogénio. Se não houver humidade suficiente, o número de ligações de hidrogénio pode diminuir. O condicionador permite restabelecer as ligações de hidrogéneo e melhorar o conteúdo de humidade do cabelo estragado ao melhorar a impermeabilidade da cúticula. 

Possuir um conhecimento profundo das causas do cabelo estragado é o primeiro passo para obter e manter um cabelo bonito e esta lista é uma boa amostra dos  maiores agressores:
- Não perceber o seu próprio cabelo e escolher os produtos errados para os cuidados do cabelo e para o styling. Aprenda a conhecer o seu cabelo e trabalhe com ele para ajudar a prevenir o cabelo estragado. 
- Aclarar a cor do seu cabelo para além daquilo que ele consegue tolerar pode causar cabelo estragado. A regra geral a seguir é não mudar a sua cor de cabelo, aclarando-a ou escurecendo-a mais de dois tons face à sua cor natural. 
- Estar constantemente a tentar corrigir os erros anteriores. Todos nós passámos por desastres capilares na vida, mas às vezes é melhor sofrer um pouco e permitir que o cabelo danificado recupere e possa literalmente crescer a partir do erro cometido, seja uma coloração, um corte ou ambos, em vez de o voltar a cortar ou "corrigir" a coloração, o que pode provocar mais danos ao cabelo. Ter um pouco de paciência pode, a longo prazo,  poupar-lhe tempo e dinheiro. 
- Não usar condicionador suficiente. Deve usar condicionador sempre que lavar o cabelo